6 Truques fáceis de aplicar para dividir um espaço sem paredes

Nem sempre temos disponibilidade para fazer obras em casa, porque – além de sair caro – muitas vezes é uma grande dor de cabeça e a logística nem sempre é fácil. Sejam espaços amplos ou reduzidos, em que não há propriamente uma distinção clara de áreas, por vezes surge a necessidade de os dividir de modo categórico. A pensar nisso, reunimos algumas dicas sobre como dividir um espaço sem paredes, de forma fácil.

Estruturas decorativas

Consideramos estruturas decorativas como sendo amovíveis e que podem ser mudadas para outros espaços, além de permitirem diferentes disposições, e há várias soluções deste género no mercado, felizmente. Estamos a falar, por exemplo, de biombos que não ocupam muito espaço, conferem privacidade, são ótimos a cumprir a sua função divisória e são fáceis de movimentar. Temos também as ripas que são peças fixadas no piso e no teto com distâncias regulares e que por serem ‘perfuradas’ permitem a entrada de luz natural, facilitam a ventilação e trazem elegância ao espaço. As divisórias translúcidas são também uma excelente opção para separar os ambientes sem perder luminosidade.

Cortinas

Fáceis de instalar e com um papel também ele decorativo, dependendo do tecido ou material usado, as cortinas podem diminuir ou não a luminosidade, privacidade e ventilação. Uma sugestão certeira é o linho branco que ajuda a criar uma divisória leve e fluída para não pesar no ambiente.

Estantes

É uma peça de mobiliário plenamente versátil, porque além de servir para organizar e armazenar material, pode também servir para dividir um espaço sem recorrermos a paredes e as opções no mercado são quase infinitas. Portanto, é termos noção do que queremos, do que encaixa bem no nosso ambiente e partir à descoberta da estante (ou conjunto de estantes) ideal. Uma solução que resulta muito bem é, por exemplo, uma estante de estrutura em ferro com nichos de madeira, que vem dar um ar industrial mas sofisticado. Importante mesmo é não quebrar a leveza e a transparência dos ambientes.

Mobiliário

Esta sugestão funciona muito bem, por exemplo, para dividir uma cozinha de uma sala de estar, como na imagem abaixo. Os sofás são vistos com ‘bons olhos’ pelos decoradores de interiores quando o assunto é dividir zonas que seguem a tendência do open space, porque – além de serem úteis – conseguem também definir muito bem as áreas. 2 em 1!

A propósito, se for do teu interesse, temos um artigo sobre espaços open space que podes ver aqui.

Pavimentos diferentes

Assumimos que esta aqui pode já envolver algumas obras, se quisermos arrojar um pouco mais, mas não deixa de ser uma boa opção. Os azulejos nunca passam de moda, mas para evitares obras em casa podes optar pelas tapeçarias (tapetes e carpetes, essencialmente) para criar a ideia de espaços independentes. Fácil e garantia de aconchego, concordas?

Cores diferentes

Na mesma ordem de ideias, e se não queres de todo colocar uma estrutura ou divisória, é possível também criares a ideia de áreas distintas com a aplicação de cores diferentes no espaço em questão. Convém apenas seguir um esquema de cores e a partir daí atribuir uma tonalidade diferente a cada espaço, de modo a que os tons se combinem e se fundam entre si, sem ruídos.

dividir um espaço sem paredes

Vidro

Por fim, mas não menos importante, temos a opção de colocar divisórias de vidro que, não só servem para dividir espaços sem recorrer a paredes, como também assumem a função de elementos decorativos. As opções são muitas e aqui convém considerar o estilo de decoração da nossa casa, porque assim como há estruturas mais clássicas, também existem as mais contemporâneas. 

You May Also Like

tarefas domésticas

Tarefas domésticas: como envolver as crianças

Dicas para dividir ambientes integrados através da decoração

Estantes de sala

5 Estantes de sala para todos as carteiras e gostos

papel de parede

Como aplicar papel de parede?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.