arraial

Leve o arraial para dentro de casa

Santo António, São João e São Pedro nunca tinham sido cancelados. Até à Covid-19! Portanto, este ano ou temos Santos Populares virtuais, ou temos Santos Populares em casa, com um grupo restrito. Na rua é que não. Em tempos de pandemia, as tradições não podem ser o que eram e, portanto, está na hora de nos adaptarmos e prepararmos a nossa casa para receber o arraial, já que as marchas populares ficam adiadas. 

Para criar o ambiente certo, especialmente nos espaços exteriores, reunimos algumas sugestões, até porque das varandas aos terraços e jardins, há sempre maneiras de transformar um espaço, por mais reduzido que seja. E na JOM encontra tudo o que precisa para celebrar os Santos Populares, na segurança do seu lar.

Mesas e cadeiras para acomodar os convidados

Não há pé que sempre aguente, portanto, certifique-se de que o espaço tem as comodidades certas para que os seus convidados possam fazer pausas entre o bailarico. Se não leu, tem agora a oportunidade de ler o nosso artigo sobre como transformar o seu espaço exterior num local agradável, aqui

Se o espaço é pouco e não tem uma zona exterior, afaste os móveis para aumentar a área de circulação dos convidados e aloque uma mesa para as comidas. Se puder, organize as bebidas separadamente, num aparador.

Aproveite também a campanha do ‘arraial dos descontos’ com 10% de desconto acumulável, nas mesas e cadeiras. 

Decoração

As bandeirinhas são um item obrigatório, é dos símbolos mais característicos da festa e trata-se de um acessório bastante versátil. A tradição manda que elas sejam coloridas e tenham o formato de triângulos, sendo que funcionam bem em diferentes materiais, seja cartolina, papel de seda, E.V.A., ou o que tiver mais à mão. Se não houver orçamento, dê asas à criatividade e dê uso a páginas recortadas de revistas ou jornais, corte triângulos e depois é só colar num fio para pendurar. Se a habilidade não é assim tanta, inspire-se nas centenas de tutoriais que estão disponíveis na internet e que explicam como fazer figuras de papel recortado. 

Além das bandeirinhas, os balões são também uma imagem de marca dos Santos Populares. Por questões de segurança, a tradição de lançar grandes balões de ar alimentados por chamas tem sido abandonado, mas eles foram imortalizados no imaginário da festa e faz todo o sentido serem incluídos na sua decoração. Podem ficar no teto, junto das bandeirinhas, nos cantos das divisões ou até pendurados nas vigas. 

Não se esqueça das toalhas aos quadrados e, claro, se tiver oportunidade, os manjericos, que dão um toque ainda mais típico, aromático e fresco. Além disso, imagens religiosas, seja do Santo António, São João ou São Pedro, e fitas coloridas encaixam muito bem no ambiente festivo.

arraial

Música 

Claro está que não há festa sem música tradicional e quanto mais animada, melhor. Tem que ter ritmo para por os convidados a dançar e tem que espalhar alegria, nada de lamentações, romantismos ou slows. 

Aqui a nossa dica é criar ou pesquisar playlists de músicas temáticas na sua plataforma de streaming favorita. Não se esqueça de incluir o tradicional “Cheira a Lisboa” de Amália Rodrigues ou o “Amanhã de Manhã” das Doce.

Comida

Este ano não há sardinha assada? Há, pois claro. E até mais barata. Apesar da pesca da sardinha estar autorizada apenas durante dois meses, a baixa procura conduziu à queda do preço. Portanto, os típicos grelhados de carne ou peixe não sofrem restrições e, se quiser inovar, aposte em legumes na grelha, como courgetes e beringelas, sem esquecer, claro, os tradicionais pimentos. 

Quanto às bebidas, e se formos olhar ao lado económico, o ideal é recorrer a uma boa sangria caseira. Pode inspirar-se nas várias receitas que estão disponíveis na internet.

Agora que já recolheu as nossas sugestões, ponha mãos à obra e comece já a organizar o seu próprio arraial caseiro. É seguro, fica barato e, muito provavelmente, ainda come melhor. Tendo em conta a situação que o país continua a atravessar, seja responsável e lembre-se que ainda há restrições em relação a reunir grandes grupos. Com a terceira fase de desconfinamento já é possível juntar até 20 pessoas e, segundo as autoridades de saúde, o melhor é restringir os contactos à família e pessoas mais próximas. Portanto, faça a sua lista, considerando o espaço que tem disponível, e explique antecipadamente que terão de manter alguns cuidados. Considere também explicar que o objetivo é dividir os custos, sendo que poderão decida, em conjunto, quem leva o quê em relação à comida, bebida e uma ou outra sobremesa.

You May Also Like

novo normal

De volta ao novo normal: como adaptar a sua casa?

jardim vertical

Como construir um jardim vertical dentro de casa

mesa de jantar

Momentos à mesa: sabe como escolher a mesa de jantar mais adequada ao seu espaço?

transformar o sótão

Como transformar o sótão ou a cave num espaço útil?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *