mobiliário de jardim

Como proteger o mobiliário de jardim durante todo o ano?

Esteja ele na varanda, no terraço, debaixo de uma pérgola ou junto à piscina, o mobiliário de jardim deve ser estimado e estar protegido, independentemente da época que for. Apesar de a priori estar preparado para manter-se ao ar livre, as condições atmosféricas – especialmente as registadas no outono e no inverno – podem danificá-lo caso não se tomem as devidas precauções. Portanto, depois de termos proposto várias dicas a considerar no momento de preencher e decorar o espaço exterior (ver aqui), juntamos agora uma série de dicas para protegeres o teu mobiliário de jardim, para que dure muitos e muitos verões!

Independentemente do tipo de mobiliário que for (desde espreguiçadeiras, sofás, mesas e cadeiras, conjuntos de jardim a conjuntos de refeição), há três dicas simples mas essenciais para conservar o mobiliário de jardim por mais tempo, e que são transversais a todos os materiais:

– Antes de o guardar, certifica-te sempre de que está bem limpo e bem seco, seja qual for o tipo de material. 

– Verifica sempre se há manutenção ou até consertos a fazer: olear dobradiças, aplicar produtos de tratamento específico para cada tipo de material, apertar parafusos, lixar, e por aí fora.

– Se não é para usar mais, acondiciona-o muito bem, de preferência num local seco e arejado para evitar os estragos provocados pela humidade. Se não houver possibilidade de o armazenar num sítio interior, sugerimos que o protejas com capas próprias, que sejam impermeáveis e respiráveis, para que a humidade entre e saia, sem causar danos. 

Apesar disso, é certo e sabido que há cuidados específicos para cada tipo de material. Por isso, tomamos a liberdade de juntar mais algumas dicas que consideramos úteis.

Mobiliário de jardim em ferro/metal

Sendo um dos materiais mais sensíveis ao clima frio, já que a humidade é a principal causa de corrosão, sugere-se uma manutenção anual e um correto armazenamento.

É importante, em primeiro lugar, remover a ferrugem que possa ter aparecido com uma lixa de grão fino ou palha-de-aço e só depois passar para a limpeza com uma solução de água morna e sabão neutro. Depois de estar devidamente seco, podes retocar a pintura caso seja necessário e aplicar um produto neutralizador de corrosão.

Mobiliário de jardim em alumínio

O mobiliário de jardim em alumínio assume uma grande vantagem que, por ser feito a partir de um metal forte e durável, não precisa de manutenção constante. As semelhanças com o tratamento de um carro são muitas. Portanto, podes fazer a manutenção seguindo os mesmos princípios: para a limpeza, usa uma escova macia e um champô para lavar automóveis e assim não irás estar a danificar o acabamento (seja ele pintado ou revestido), sendo que, ao mesmo tempo, consegues remover facilmente qualquer sujidade persistente. Deixa secar muito bem e depois ativa o olho clínico, retocando possíveis imperfeições com tinta.

Dica extra: finaliza a operação com cera automóvel para uma proteção extra. 

Mobiliário de jardim em madeira

Como a humidade é um problema sério para o mobiliário em madeira, deve-se aplicar um óleo selante específico para madeiras que, além de renovar o aspeto, vai proteger a peça, evitando que a humidade penetre na madeira. Antes de aplicar o óleo selante, limpa bem o mobiliário e depois esfrega com um pano suave ou, caso haja alguma mancha mais difícil, com uma escova macia, sempre na direção da fibra da madeira para não arranhar. Enxagua e deixa secar ao ar livre.

No final, podes e deves fazer as manutenções necessárias como lixar, pintar, preencher possíveis fendas com mástique, apertar parafusos, olear dobradiças de mesas e cadeiras.

Mobiliário de jardim em plástico e resina

Durante o verão, o mobiliário de jardim em plástico exige limpezas mais frequentes, por sofrer bastante com o sol e as temperaturas altas. Já os móveis em resina são um pouco mais resistentes e, em grande parte dos casos, têm inclusive um tratamento anti-UV.

De modo geral, a limpeza do mobiliário em plástico ou resina é fácil e rápida: basta uma esponja e água com sabão e depois enxaguar com a ajuda de uma mangueira, para simplificar o processo. As áreas de difícil acesso podem ser limpas com uma escova de cerdas macias. Para terminar, seca bem os móveis com uma toalha para evitar que a água deixe marcas ao evaporar.

mobiliário de jardim

Mobiliário de jardim em feito de fibras naturais 

Seja rattan, vime ou junco, os móveis em fibra natural têm tendência para lascar com o tempo e precisam de cuidados extras ao serem limpos. Em primeiro lugar, deves aspirar e só depois limpar com um pano suave, ligeiramente humedecido com uma solução de água morna e sabão neutro. Deixa secar ao ar livre e, quando for para armazenar, certifica-te de que os guardas num local sem humidade.

Nunca uses produtos abrasivos, detergentes ou solventes na manutenção ou destes móveis. 

Chapéus de sol e pérgulas

De modo a prolongar o ciclo de vida dos chapéus de sol e dos tecidos das pérgulas, sugerimos que sejam limpos com água, sabão neutro e uma esponja suave. Para além disso é preciso deixá-los bem secos, sendo que podes usar flanelas ou qualquer tipo de pano macio. 

Mais artigos úteis:

Como aproveitar o espaço exterior?
Como criares o teu próprio espaço de barbecue em casa?
Como otimizar e decorar varandas pequenas?

You May Also Like

Feng Shui

Decoração: como aplicar o Feng Shui no quarto infantil

tirar bolor da roupa

Como tirar bolor da roupa: dicas úteis

Guia para comprares o sofá ideal!

Lavandaria em casa: 5 dicas a considerar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *