papel de parede

Como aplicar papel de parede?

O papel de parede é um tipo revestimento capaz de transformar instantaneamente um ambiente, alterando a percepção do espaço, os níveis de luz e o movimento, além de fazer com que o ambiente pareça maior ou menor dependendo da escolha. Sendo um revestimento muito versátil, de fácil aplicação e com uma infinidade de modelos no mercado, por vezes, surgem dúvidas na hora da decisão. Além das dúvidas na escolha, para muitos pode ser um quebra-cabeças quando chega o momento da aplicação. A pensar nessa potencial dificuldade, criámos este artigo para que consideres alguns aspetos e para que tudo possa ser feito de forma simples e eficaz. 

Materiais necessários para aplicar papel de parede

Comecemos pelo óbvio, as ferramentas necessárias para a execução da tarefa:

  • Cola específica para o tipo de papel de parede
  • Pincel com cerdas largas ou rolo para aplicar a cola
  • Espátula de plástico para prensar o papel, remover excesso de cola e melhorar a aderência do papel à parede
  • Escova de cerdas macias para aplicar
  • Pano seco e pano húmido ou esponja
  • Recipiente para misturar a cola
  • Tesoura ou X-ato para cortar os pedaços necessários 
  • Lápis para fazer marcações
  • Fita métrica e nível ou esquadro
  • Escadote
Como calcular a quantidade?

Para calcular a quantidade de rolo de papel necessário, aconselhamos a:

  • Medir a altura da parede, sem contar com o rodapé
  • Dividir o comprimento do rolo pela altura da parede para obter a largura de cada rolo
  • Calcular o perímetro da divisão, excluindo as janelas e portas
  • Dividir o perímetro da divisão pela largura obtida no passo anterior

Dicas úteis: 
– Comprar todos os rolos de uma só vez (mesmo lote) para evitar possíveis diferenças no tom do papel.
– Considerar uma relativa margem de erro e acrescentar mais 10% de papel de parede do que o realmente necessário. Esta margem é especialmente importante se for um papel de parede com padrões, porque pode ser necessário aplicar mais cortes para que os desenhos coincidam.

Tipos de papel de parede mais comuns no mercado

Papel de parede tradicional (à base de papel)

Este tipo de papel é aquele que tem a textura de uma folha de papel comum e é o mais tradicional, embora não seja o mais fácil de instalar. Para aplicá-lo, é necessário que a parede esteja completamente lisa, sendo o ideal lixá-la antes da aplicação. Em certos casos, é necessária uma camada de massa ou até mesmo de tinta fosca para garantir a aplicação perfeita.

Papel de parede vinílico

Muito popular, o papel de parede vinílico consiste numa camada de suporte (normalmente uma fibra) e um revestimento superior de plástico, sendo que a grande vantagem é que pode ser lavado com sabão neutro e uma esponja macia. Além de laváveis, são resistentes à luz e duráveis, sendo especialmente indicados para cozinhas e casas de banho, assim como áreas com maior desgaste e atrito.

Papel de parede TNT

O TNT (tecido não tecido) é um tipo de papel de parede feito com fibras naturais (algodão e lã) e sintéticas (poliéster e polipropileno). Como a base do papel é unida sem ser tecida oferece uma maior resistência ao desgaste e à perda de cor pela luz solar. Outra vantagem é que não forma bolhas como outros modelos e pode ainda pode ser retirado sem danos, o que possibilita a sua reutilização noutro local.

Papel de parede texturizado
Este tipo de papel é aquele que apresenta alguma textura diferenciada na sua superfície, que tanto pode ser em auto relevo ou uma imitação de veludo. Porém ambos são muito sensíveis e não devem ser utilizados em qualquer local, sendo mais indicados para ambientes com pouca movimentação, sem humidade e sem incidência de luz solar direta.

Passando para a verdadeira questão… como aplicar papel de parede?

Comecemos por preparar a parede: para obter um acabamento perfeito, o papel de parede deve ser colocado sobre uma superfície lisa. As irregularidades ou uma parede texturada podem comprometer o resultado final. Para isto aconselhamos:

Se se trata de uma parede texturada ou não uniforme, aconselhamos que a alises de duas formas possíveis:
1) Raspar e tapar com betume de alisamento, deixar secar e lixar. A superfície ficará bastante porosa pelo que aconselhamos um primário selador específico para este tipo de superfícies.
2) Tapar: se a textura é de tinta plástica aconselhamos a aplicação com um rolo de um betume e de seguida alisar com uma espátula. 

Se a parede já tem papel aplicado: deves começar por remover a camada do papel antigo e, quanto aos restos, o mais fácil é removê-los com água quente e um removedor de papel de parede. É importante retirar a primeira camada para que nos casos do papel vinílico (com camada protetora) deixe penetrar o removedor de papel de parede e a água quente.

(!) Antes de começares a aplicação é importante que não saltes a leitura das instruções na embalagem.

Em primeiro lugar, certifica-te de que o primeiro painel de papel aplicado está 100% na vertical para que o restante papel não fique torto. Para tal, sugerimos que assinales uma linha vertical com a ajuda de um nível.

De seguida, passas para a aplicação da cola com um pincel na zona onde vais aplicar o papel. Às vezes acontece sairmos da zona pretendida e aí é remover logo o excesso com um pano humedecido com água quente.

Depois de aplicada a cola, enrola o papel no sentido oposto ao qual vinha no rolo para tornar a aplicação mais fácil. Aplica um pouco de cola no verso do papel de modo a reajustar a sua posição na parede.

De seguida, coloca a tira de papel na parte mais alta da parede e pressiona até metade e alisa a superfície com um pincel seco sobre o papel aplicado para que o mesmo adira à parede sem criar bolhas de ar. Aplica a restante metade do rolo quando tiveres a certeza de que está tudo colado corretamente. Nas esquinas, janelas e portas deves fazer um remate deixando cerca de 3 cm de sobra.

Depois de deixares secar a cola e de o papel ficar devidamente colado, sugerimos que remates o excesso utilizando uma tesoura ou um x-ato.

Qualquer excesso de papel deve ser removido antes que a cola seque e, no final, deixa o secar bem entre 4 a 6 horas.

No caso de papéis com padrão, o ideal será ajustar a sequência antes de ser aplicado e fazê-lo a seco (sem cola na parede e no papel), subindo e baixando até encontrares o ponto em que se cruza o padrão.


Agora que a aplicação está clarificada e perante tudo isto, sabes como como escolher o papel de parede ideal para a tua casa? Sugerimos a leitura deste nosso artigo para completar toda a informação.

You May Also Like

lavar roupa de praia

Dicas úteis: como lavar roupa de praia

folheto

Novo folheto JOM: Regresso a casa

lavar almofadas

Dicas úteis: como lavar almofadas

dicas económicas

6 Dicas económicas para baixar a temperatura da casa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.